Por que você precisa da opinião dos seus líderes do Ministério Infantil para a reabertura

Se você é pastor, provavelmente, já enfrentou uma série de perguntas ao considerar como e quando reabrir sua igreja durante essa pandemia. Quantas pessoas podem se reunir? Vamos exigir máscaras? Temos voluntários suficientes? Quantas pessoas vão retornar?

Mas, adivinha? Todas as perguntas com as quais você está lutando sobre sua igreja como um todo são as mesmas perguntas que terão que ser respondidas dentro do ministério infantil.

Como especialista do Pense Laranja, eu treino equipes de ministério infantil de todo o país e vislumbro por trás da cortina de liderança de muitas igrejas diferentes. Hoje em dia, muitos dos líderes que venho treinando estão expressando a tensão de ver seus líderes seniores pressionados a reabrir, mesmo que não haja um plano em vigor para reiniciar o ministério infantil presencial de uma forma segura para crianças, pais e voluntários do ministério.

Com tantas demandas concorrentes, não é provável que eliminemos essa tensão. Então, o que você pode fazer para avançar de forma colaborativa e saudável? Primeiro, comece dando aos líderes do ministério infantil uma voz na mesa.

Dê voz aos líderes de seu ministério

Durante a COVID-19, nenhuma área é tão repleta de desafios sobre segurança e logística quanto o ministério infantil. Se você não tem um líder de ministério infantil que faça parte da equipe de liderança da sua igreja, você está perdendo algumas ideias importantes!

Os líderes do ministério infantil já sentem a necessidade de falar sobre o processo de reabertura da sua igreja, então, é hora de iniciar a conversa e dar-lhes uma voz ativa na tomada de decisões, não apenas durante a COVID-19, mas em todas as épocas do ministério.

A complexidade do ministério infantil em meio a uma pandemia é exponencial. Esses líderes provavelmente implementaram todos os tipos de protocolos, incluindo, mas não se limitando a:

Não compartilhar o giz de cera!

Não distribuir lanches!

Colocar adesivos no chão para sinalizar o distanciamento!

Tenha álcool em gel em quantidade suficiente para a limpeza das mãos!

Os voluntários estão sendo treinados para os protocolos da COVID-19?

Temos máscaras suficientes?

Como está a comunicação com os pais?

Como limpamos as salas, superfícies, brinquedos e sistemas de check-in?

Temos espaço suficiente para dividir os grupos em classes menores?

Seremos capazes de alternar as salas entre os cultos?

Qual é o nosso processo de rastreamento de contato em caso de exposição ao vírus?

A lista para reabrir o ministério infantil, incluindo os processos e procedimentos, pode parecer longa. Não apenas os líderes do ministério infantil precisam ter voz nesse processo, para que suas preocupações sejam ouvidas e suas perguntas respondidas, mas os líderes do ministério podem ter algumas das ideias mais criativas e engenhosas para reabrir sua igreja como um todo.

Crie uma experiência melhor para as famílias

No momento, muitas equipes de liderança estão usando o planejamento “primeiro a congregação”. Em outras palavras, eles estão pensando sobre o todo e, em seguida, indo para vários ministérios para considerar as implicações da reunião novamente. Se os líderes do ministério infantil têm um lugar na mesa da liderança, você será capaz de criar experiências que sirvam às famílias como um todo. Para criar melhores experiências familiares na igreja, precisamos criar novas maneiras de fazer a igreja progredir. Podemos imaginar uma experiência de domingo de manhã, onde todos – crianças e suas famílias – poderão vir e adorar, aprender e crescer juntos.

Reimagine um novo caminho a seguir

O ministério infantil não foi embora, na verdade, algum dia voltará a ser como era. Agora, porém, com base na realidade e na complexidade de muitos fatores, você pode precisar fazer algo totalmente novo para atender às necessidades das famílias e para manter a sanidade e a saúde da sua equipe e dos seus voluntários. 

Revisar e propor uma nova maneira de fazer ministério é uma coisa saudável. Em vez de aderir a um método específico, você está escolhendo se adaptar, conectar, servir e ministrar às famílias com base no que realmente está acontecendo em suas vidas e na vida da sua igreja.

Nesta época, as igrejas precisam de uma nova maneira de ver e fazer o ministério infantil. Ninguém é melhor posicionado para dar opinião sobre essas decisões do que os líderes do ministério. Eles já estão investigando outras organizações como creches, escolas, recomendações de departamentos de saúde, e estão avaliando quais decisões devem tomar, considerando as implicações para a sua igreja. Como eles são capazes de compartilhar o que estão aprendendo, você estará melhor equipado para tomar decisões sobre como reabrir com segurança a sua igreja e o ministério infantil.

Colaborações como essas fornecem uma oportunidade para todos na mesa de tomada de decisões, incluindo o ministério infantil, ao criar melhores experiências familiares, além de reimaginar um caminho a seguir para a sua igreja.

Escrito por  Missy Purcell

Traduzido e adaptado por Carina Cortat

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *