Estratégia, não um currículo!

Nós acreditamos que ministério é mais do que um currículo. Por isto,  tudo o que fazemos se encaixa na visão geral da estratégia Laranja. No livro PENSE LARANJA do Reggie Joiner, encontramos a razão da estratégia ser tão importante.

Um currículo provê informação, mas a estratégia traz ensinamentos com um propósito final em mente. Há conceitos chaves  que uma criança precisa aprender em cada idade, conceitos específicos para  cada fase de vida, que vai desde o nascimento até os 18 anos. Estamos falando de princípios e experiências que proporcionam a ela um crescimento real no relacionamento com Jesus Cristo. Quando temos uma estratégia geral, um plano mestre, o resultado final sempre levará a criança ao nosso objetivo final.

O currículo equipa líderes, a estratégia os desenvolve.

A estratégia ajuda os líderes a focar naquilo que é correto, ou seja, a desenvolver voluntários e líderes, e a conectar-se com pais, crianças e adolescentes. Esta mudança de FOCO permite concentrar nosso tempo e energia para o crescimento das pessoas do nosso ministério e nos ajuda a crescermos como líderes.

Um currículo facilita as reuniões, a estratégia prioriza a comunidade.

O papel do pequeno grupo é elevado quando você tem uma estratégia específica para cada idade. Cada criança ou adolescente precisa ter um líder adulto em sua vida, no qual ela pode confiar e que também comunica coisas semelhantes àquelas que os pais estejam comunicando. Nós acreditamos que o pequeno grupo é o primeiro lugar onde a verdade é processada, afinal, é ali que  adultos e crianças desenvolvem um relacionamento. É o lugar onde eles se sentem seguros para fazerem perguntas e, assim, internalizar a verdade.

Um currículo  substitui os pais, uma estratégia conecta-se a eles.

A estratégia busca criar um alinhamento entre a igreja e o lar. Por mais que nos esforcemos em maximizar o impacto que causamos nesta geração, o tempo que a criança e o adolescente passam em casa tem uma relevância enorme no desenvolvimento espiritual deles. Isto se dá não somente durante as horas em que estão em casa, mas, principalmente, pelo vínculo do relacionamento entre pais e filhos.  Por isso, é muito importante sermos estratégicos na maneira de nos conectarmos com os pais, fortalecendo o relacionamento pais-crianças.

Um currículo provê informação, uma estratégia mobiliza crianças e adolescentes a experimentarem o que eles estão aprendendo.

Nós acreditamos que o ensino vai  além do formato  de uma exposição básica da lição, é uma maneira pela qual  as crianças e os adolescentes irão experimentar a verdade fundamental.

 

Um currículo provê informação, uma estratégia mobiliza a ação.

Na nossa perspectiva, um componente chave para a fé vir a fazer parte do DNA de nossos estudantes é eles serem ativos no ministério, recebendo, assim, a chance de se tornarem parte da igreja local. Não devemos esperar até que “um dia” eles finalmente sintam o desejo de servir, sem antes termos dado a oportunidade deles experimentarem o significado de servir no corpo de Cristo. Uma parte fundamental do crescimento espiritual é o serviço.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *