30 maneiras de se conectar digitalmente com os adolescentes durante a pandemia da COVID-19

Os líderes de adolescentes geralmente têm muitos empregos, e a COVID-19 adicionou um (ou cinco) a mais, de especialista em inovação digital, ou diretor de vídeo chamadas… Algo desse tipo!

É por isso que o Pense Laranja, tem incentivado conversas com líderes de ministério realmente inteligentes, a saber, pessoas como você, que já foram pioneiras em algumas soluções inovadoras para ajudar os ministérios de jovens a se conectarem digitalmente.

Queremos compartilhar algumas dessas ideias incríveis aqui, de forma a aprendermos uns com os outros.

Atenção! Existem dezenas de maneiras para realizarmos cada uma dessas ideias. É por isso que a lista abaixo é apenas um ponto de partida. Afinal, o que um grupo considera legal, o outro pode achar chato (você entendeu, né?). Portanto, é importante CONTEXTUALIZAR e descobrir como isso funciona melhor em seu grupo!

Melhor ainda, se você tiver ideias sobre algo que viu ou fez, e gostaria de enviar para ajudar outros ministérios, compartilhe conosco por meio da nossa comunidade no Facebook!

1. Show de talentos
Usando a vídeo chamada em grupo, dê a cada participante a oportunidade de mostrar um talento. Por exemplo, cantar uma música, tocar um violão, fazer stand up de comédia, dançar, compartilhar um desenho, fazer malabarismos com uma bola de futebol, etc. Pode ser algo espontâneo ou algo para você se empenhar numa campanha on-line.

Eleve para o show. Grave o show de talentos. Escolha os 10 primeiros e convide os pais dos artistas  para assistirem e votarem!

2. Jantar de gala
Muitos adolescentes do nono ano ficaram chateados por perderem a oportunidade de ir à formatura.

Que tal se você reunir esses grupos digitalmente para mostrar as roupas “chiques”, proporcionando uma boa oportunidade para eles se produzirem, hein?  Dê a eles a chance de se encorajarem, estimulando uns aos outros, e peça para sentarem num lugar legal para fazerem uma refeição juntos, estando todos engomadinhos!

Use uma função de captura de tela para tirar “fotos do jantar de gala”, de forma que todos possam compartilhar, caso queiram.

3. Jogos On-line
Agora pode ser a melhor hora para começar a jogar os jogos on-line que eles tanto gostam! Que a sorte esteja sempre a seu favor. Existem vários jogos por aí, tais como: Uno on-line, Monopoly, AmongUS, etc.

4. Sessão de Filme On-line
Reunir o grupo para assistir a um programa, documentário ou filme, e bater um papo, é uma maneira incrível e divertida de ficar conectado.

Existem algumas maneiras de se fazer isso. Uma opção, que exige pouco domínio tecnológico, é dizer a todos para iniciar ao mesmo tempo, proporcionando uma conversa em grupo durante o filme (você pode utilizar o Whatsapp, Telegram ou, até mesmo, o chat dos aplicativos de vídeo chamada).

Dica profissional: veja o filme antes da sua turma. Uma cena inesperada pode fazer com que você perca a confiança.

5. Show de cozinha
Crie um programa de culinária digital. Use ingredientes que provavelmente já tenham em casa, como leite, farinha, açúcar ou chocolate. Que tal fazer um brigadeiro juntos? 

Ainda, você pode criar a aula,  ou convidar uma pessoa mais velha da sua igreja para ensinar, ou dar a cada participante dois a três minutos para apresentar e explicar como fazer uma determinada receita de alguma categoria específica e, em seguida, mostrar o produto final que eles fizeram.

6. Competição acirrada
Desafios podem deixar os pais nervosos, mas, também, podem deixar os adolescentes interessados ​​em participar!

Faça um vídeo estimulando os adolescentes a participarem de alguns desafios. Coisas como fazer o maior empilhamento de bolas de papel, o avião de papel que voa mais longe, mover o biscoito da testa para a boca no menor tempo possível.

Escolha um vencedor para cada desafio e dê a eles um prêmio, se possível, envie um chocolate. Você pode fazer vários desafios por dia, ou fazer um desafio a cada dia!

7. TIK TOK Divertido
Use o recurso do TikTok para recriar vídeos divertidos que sua equipe fez.  Faça com que eles recriem os vídeos TikTok que você fez usando este recurso!

Dica Extra: Caso você ou seus adolescentes não tenham uma conta no Tik Tok, você pode fazer um vídeo curto no celular e encaminhar a eles.

8. Alto-Falante mascarado
Convide alguém para dar uma mensagem para o grupo. Detalhe, a pessoa deverá estar mascarada e fantasiada. Permita que os participantes tenham a oportunidade de adivinhar quem é. Envie ao vencedor um prêmio pelo correio ou leve você mesmo até a residência do adoelscente. Não esqueça a máscara!

Dica Profissional: Você pode pedir que a pessoa altere um pouco o tom de voz, ou utilize um aplicativo para isso.

9.  Programas de perguntas e respostas
Lembra quando os Programas de perguntas e respostas eram um grande negócio? Faça sua própria versão com seus adolescentes on-line! Seja sobre qualquer coisa, ou deixando os adolescentes colocarem as questões juntas para apresentá-las para o grupo!

Dica Profissional: Você já ouviu falar do “Perguntados”? É um ótimo aplicativo com muitas perguntas sobre diversos assuntos.

10. Qual é a música?
Selecione algumas músicas que seus adolescentes conhecem, e faça pequenas pausas nas letras. Peça que os participantes continuem cantando. Vence quem acertar a letra da música corretamente e falar o título da música.

11.  Apresentando um programa de entrevistas
Crie uma programação com um convidado e um jogo, onde o monólogo é o tempo de ensino.
Você encontra sugestões de brincadeiras neste link.
https://www.usmagazine.com/entertainment/pictures/jimmy-fallon-hilarious-talk-show-games-201561/43237/ (em inglês)

12. Contando uma história
Ao vivo, leia uma história para seu grupo (um livro real, ou da Bíblia, ou um devocional). Certifique-se de ter alguém respondendo a perguntas na transmissão ao vivo, conforme eles as enviarem!

Uma variação divertida são as histórias de crianças. Basta pegar um livro infantil e riscar os nomes de todos os personagens. Substitua-os pelos nomes dos participantes do seu grupo. Faça uma chamada à noite, contando uma história para dormir, sendo eles os personagens da história.

13. Bate papo de almoço
Faça com que seu grupo participe de algum tipo de bate-papo por vídeo na hora do almoço. Será divertido marcar um horário para comerem juntos, mesmo que virtualmente, quebrando a rotina.

14. Tutoriais
Conecte os adolescentes com outros grupos ou com adultos que podem ensiná-los sobre diferentes assuntos, por telefone ou por vídeo chat. Pode ser feito por grupo de interesses: chame um gamer para dar dicas, ou uma profissional de maquiagem para dar uma aula de automaquiagem. Certifique-se de ter vários adolescentes e adultos envolvidos durante a chamada, de maneira que não haja nenhum constrangimento por um chat de vídeo individual.  

15. Construa uma história
Escolha uma ordem para cada participante adicionar uma frase à história. Desenvolvam a criatividade uns dos outros. Veja em quanto tempo vocês conseguem concluir a história!

Opção que exige pouco domínio tecnológico: crie um vídeo de você mesmo dizendo uma frase (não mais do que oito segundos) sobre alguma história, e envie esse vídeo para um adolescente. Esse adolescente pega o vídeo de oito segundos que você criou, o coloca em algum software de criação de vídeo simples e adiciona uma frase própria (não mais do que oito segundos).

Em seguida, eles enviam para outro adolescente e também de volta para você. O próximo participante faz o mesmo: adiciona à sua história uma frase e a envia para um novo adolescente, e de volta para você. Você deve monitorar a duração da história e compartilhá-la nas redes sociais assim que estiver concluída.

Lembre-se de que um vídeo muito longo será um desafio durante a troca de mensagens entre todos. É essencial que todos sigam o prazo sugerido e copiem você como o líder em cada texto ao enviarem a história para um novo adolescente.

Isso pode ser melhor para pequenos grupos ou ministérios com um número pequeno de adolescentes. 

16. PASSEIO VIRTUAL PELO QUARTO
Você pode aprender muito sobre seus adolescentes conhecendo seus quartos. Eles compartilham com um irmão (ã)? Eles ganharam algum prêmio por alguma coisa? O que é esse pôster ou foto?

Dica profissional: coloque um cronômetro de 5 a 10 minutos (ou o tempo que você estipular por pessoa) em seu telefone e avise quando o cronômetro acabar.

17. ISSO OU AQUILO
Escolha uma hora do dia, ou um período de tempo, e uma lista de itens por categorias para estabelecer um duelo (crie uma lista), para o qual você vai convidar seus adolescentes para o evento.

Ideias para o duelo de temas: o que eles preferem e o porquê?

TikTok ou Snapchat?

Snapchat ou Instagram?

Facebook ou Instagram?

Coca ou Pepsi?

Futebol ou tênis?

Adidas ou Nike?

YouTube ou Google?

Netflix ou YouTube?

Adicione um painel e determine um item vencedor a cada duelo!

18. Dever de casa
Faça das tarefas domésticas uma competição entre os adolescentes. Exemplo: dê aos adolescentes uma tarefa e o primeiro a voltar para a videochamada ganha.

Publique algo como: “Se alguém está limpando o quarto agora, ligue o Zoom e vamos todos limpar nossos quartos ao mesmo tempo enquanto conversamos”.

19. Guia dos curiosos
As pesquisas são uma forma rápida e fácil de fazer com que os adolescentes se envolvam sem muito empenho da parte deles. Eles só precisam clicar em um botão para responder.

Você pode usar enquetes como:

Quais programas você está assistindo?

Quais filmes você está assistindo?

Que comida você está querendo agora?

Quais atividades você está fazendo agora?

Crie suas próprias enquetes, de acordo com o seu grupo.

20. Uma videochamadas tematica
Pode ser uma festa de Pijamas, festa de Natal, chapéu, festa à fantasia. Basicamente, qualquer tipo de festa que você possa imaginar. Seja o que for, escolha um tema para sua reunião e incentive os adolescentes a participarem.

21. JOGO DE CHARADAS
Escolha alguém para ser o apresentador do jogo. Divida os adolescentes em equipes ou jogue cada um por si. Diga uma  palavra ou frase. Caso não acertem com a primeira rodada de palavra, diga a eles outra palavra de forma a ajudá-los a descobrir qual é a palavra chave. Então, vamos começar a diversão!

22.  DESENHANDO JUNTOS
Faça um desenho simples como um sol.

Dê instruções aos adolescentes para irem desenhando sem verem o seu desenho. Eles podem apenas seguir suas instruções como: um círculo dentro do outro, um “traço de dois centímetro fora do círculo” um em cima, um em cada lateral e outro na parte debaixo do círculo, etc.

23. SALA DE BATE PAPO
Escolha um horário do dia / semana para você sempre estar no Zoom. Deixe os adolescentes saberem que você deseja ouvir os altos e baixos do seu dia / semana.

24. SUPERLATIVOS
Peça aos adolescentes para compartilharem sobre a melhor coisa que fizeram, a melhor coisa que comeram e a coisa mais engraçada que assistiram hoje. Ou, depois de uma atividade em grupo, dê ao nosso grupo superlativos para essa atividade.

Não se esqueça de explicar ao adolescente do ensino médio a respeito do que é um superlativo!

25. MEMÓRIA E AÇÃO
Mostre, em sua tela, seis objetos por um minuto, e cada participante deverá memorizar estes objetos para procurá-los pela casa e mostrar na câmera. Quem trouxer primeiro o máximo de objetos será o vencedor. Pode ser: uma fruta, um travesseiro, um rolo de papel higiênico, um durex, uma meia e um shampoo.

26. SERVIR JUNTOS
Encontre uma necessidade. Compartilhe uma necessidade da sua região. Pensem em atividades e formas criativas em meio a pandemia na qual eles podem servir a uma mesma causa. Exemplo: doando alimentos, roupas, etc.

Procure alguma organização que esteja arrecadando alimentos para doar. Em caso de enchente, há muito a se fazer.

27. CORREIO ELEGANTE
Você já ouviu falar em correio tradicional?  Ele ainda existe, sabia?! 

Pergunte aos adolescentes se eles receberam alguma carta de alguém pelo correio tradicional.

Escrevam uma carta ou um cartão para algumas pessoas durante a chamada. Encontre uma forma de enviar pelo correio para as pessoas da sua igreja.

Envie algo para seus adolescentes pelo correio! Cartões postais digitais ou virtuais em seus e-mails podem ser uma maneira super divertida para se conectarem.

 

28. VIRTUALMENTE JUNTO NO CULTO
Que tal proporem para assistirem à transmissão do culto juntos? Pode ser uma boa ideia.

29. DEVOCIONAL EM GRUPO COM A YOUVERSION
Provavelmente não há melhor momento do que agora para ajudar os adolescentes a desenvolverem o hábito diário de passar alguns minutos lendo a Bíblia e orando. O “YouVersion Bible App” é um ótimo lugar para fazer isso. Existem planos de leitura para cada série XP3, e você pode convidar outras pessoas para fazer os devocionais com você.

Quer se conectar com eles? Libere vídeos devocionais rápidos de 60 segundos para seus adolescentes, mostrando você lendo ou falando através do devocional.

 

30. CAÇA AO TESOURO
Dê aos adolescentes uma caça ao tesouro para participar!
Isso pode ser algo em torno de sua casa:

Encontre uma meia.

Encontre um tempero aleatório.

Encontre uma foto de família antiga onde alguém esteja usando um chapéu.

 

Ou coisas que eles podem encontrar fora:

Encontre uma folha que tenha quatro cores diferentes.

Encontre uma flor.

Encontre uma pedra.

 

Ou coisas que podem encontrar on-line:

Encontre fatos sobre um determinado tópico.

Encontre um artigo sobre um determinado tópico de um ano específico.

Encontre um tutorial do YouTube sobre um certo fato.

 

Escrito originalmente em inglês por Ashley Bohinc.
Traduzido e adaptado por Carina Cortat e Eder Bizutti.

Por que você precisa da opinião dos seus líderes do Ministério Infantil para a reabertura

Se você é pastor, provavelmente, já enfrentou uma série de perguntas ao considerar como e quando reabrir sua igreja durante essa pandemia. Quantas pessoas podem se reunir? Vamos exigir máscaras? Temos voluntários suficientes? Quantas pessoas vão retornar?

Mas, adivinha? Todas as perguntas com as quais você está lutando sobre sua igreja como um todo são as mesmas perguntas que terão que ser respondidas dentro do ministério infantil.

Como especialista do Pense Laranja, eu treino equipes de ministério infantil de todo o país e vislumbro por trás da cortina de liderança de muitas igrejas diferentes. Hoje em dia, muitos dos líderes que venho treinando estão expressando a tensão de ver seus líderes seniores pressionados a reabrir, mesmo que não haja um plano em vigor para reiniciar o ministério infantil presencial de uma forma segura para crianças, pais e voluntários do ministério.

Com tantas demandas concorrentes, não é provável que eliminemos essa tensão. Então, o que você pode fazer para avançar de forma colaborativa e saudável? Primeiro, comece dando aos líderes do ministério infantil uma voz na mesa.

Dê voz aos líderes de seu ministério

Durante a COVID-19, nenhuma área é tão repleta de desafios sobre segurança e logística quanto o ministério infantil. Se você não tem um líder de ministério infantil que faça parte da equipe de liderança da sua igreja, você está perdendo algumas ideias importantes!

Os líderes do ministério infantil já sentem a necessidade de falar sobre o processo de reabertura da sua igreja, então, é hora de iniciar a conversa e dar-lhes uma voz ativa na tomada de decisões, não apenas durante a COVID-19, mas em todas as épocas do ministério.

A complexidade do ministério infantil em meio a uma pandemia é exponencial. Esses líderes provavelmente implementaram todos os tipos de protocolos, incluindo, mas não se limitando a:

Não compartilhar o giz de cera!

Não distribuir lanches!

Colocar adesivos no chão para sinalizar o distanciamento!

Tenha álcool em gel em quantidade suficiente para a limpeza das mãos!

Os voluntários estão sendo treinados para os protocolos da COVID-19?

Temos máscaras suficientes?

Como está a comunicação com os pais?

Como limpamos as salas, superfícies, brinquedos e sistemas de check-in?

Temos espaço suficiente para dividir os grupos em classes menores?

Seremos capazes de alternar as salas entre os cultos?

Qual é o nosso processo de rastreamento de contato em caso de exposição ao vírus?

A lista para reabrir o ministério infantil, incluindo os processos e procedimentos, pode parecer longa. Não apenas os líderes do ministério infantil precisam ter voz nesse processo, para que suas preocupações sejam ouvidas e suas perguntas respondidas, mas os líderes do ministério podem ter algumas das ideias mais criativas e engenhosas para reabrir sua igreja como um todo.

Crie uma experiência melhor para as famílias

No momento, muitas equipes de liderança estão usando o planejamento “primeiro a congregação”. Em outras palavras, eles estão pensando sobre o todo e, em seguida, indo para vários ministérios para considerar as implicações da reunião novamente. Se os líderes do ministério infantil têm um lugar na mesa da liderança, você será capaz de criar experiências que sirvam às famílias como um todo. Para criar melhores experiências familiares na igreja, precisamos criar novas maneiras de fazer a igreja progredir. Podemos imaginar uma experiência de domingo de manhã, onde todos – crianças e suas famílias – poderão vir e adorar, aprender e crescer juntos.

Reimagine um novo caminho a seguir

O ministério infantil não foi embora, na verdade, algum dia voltará a ser como era. Agora, porém, com base na realidade e na complexidade de muitos fatores, você pode precisar fazer algo totalmente novo para atender às necessidades das famílias e para manter a sanidade e a saúde da sua equipe e dos seus voluntários. 

Revisar e propor uma nova maneira de fazer ministério é uma coisa saudável. Em vez de aderir a um método específico, você está escolhendo se adaptar, conectar, servir e ministrar às famílias com base no que realmente está acontecendo em suas vidas e na vida da sua igreja.

Nesta época, as igrejas precisam de uma nova maneira de ver e fazer o ministério infantil. Ninguém é melhor posicionado para dar opinião sobre essas decisões do que os líderes do ministério. Eles já estão investigando outras organizações como creches, escolas, recomendações de departamentos de saúde, e estão avaliando quais decisões devem tomar, considerando as implicações para a sua igreja. Como eles são capazes de compartilhar o que estão aprendendo, você estará melhor equipado para tomar decisões sobre como reabrir com segurança a sua igreja e o ministério infantil.

Colaborações como essas fornecem uma oportunidade para todos na mesa de tomada de decisões, incluindo o ministério infantil, ao criar melhores experiências familiares, além de reimaginar um caminho a seguir para a sua igreja.

Escrito por  Missy Purcell

Traduzido e adaptado por Carina Cortat

 

20 maneiras de se conectar digitalmente com crianças durante a pandemia de Covid-19

Os líderes do ministério infantil já têm muitas tarefas e compromissos, e o COVID-19 acrescentou uma (ou cinco) a mais. Como, por exemplo: ser especialista em inovação digital, ou ser diretor de ligações de Zoom, ou algo desse tipo!

É por isso que aqui, no Pense Laranja, temos conversado com líderes de ministério, professores e até mesmo pais. Assim como você, esses líderes já foram pioneiros em algumas soluções inovadoras para ajudar os ministérios infantis a se conectarem digitalmente. Algumas dessas ideias incríveis, vamos compartilhar  com você e, assim, aprenderemos uns com os outros.

Atenção! Existem dezenas de maneiras para se realizar cada uma das ideias. É por isso que a lista abaixo é apenas um ponto de partida. Afinal, o que um grupo acha ser legal, o outro grupo pode achar ridículo… Portanto, é importante descobrir como cada sugestão funciona e escolher as que melhor se encaixam em cada contexto específico. 

No entanto, para garantir a segurança das crianças on-line, achamos que a melhor plataforma para desenvolver essas ideias é em um grupo privado no Facebook. O líder de pequeno grupo pode convidar os pais a participar, então, a comunicação e as atividades poderão ser centralizadas ali.

Melhor ainda, se você tiver ideias sobre algo que viu ou que tenha feito, pode nos enviar com o objetivo de ajudar outros ministérios. Para tanto, informe-nos e conecte-se conosco em nossa comunidade do Pense Laranja no Facebook!

Show de talentos

Usando um chat de vídeo em grupo (por exemplo, zoom), propicie a cada criança uma oportunidade de mostrar um talento (por exemplo, cantar uma música, fazer uma comédia de stand up, dançar, compartilhar um desenho, resolver um cubo mágico, fazer malabarismos com uma bola de futebol, etc). Dê a cada competidor 90 segundos para demonstrar seu talento e depois passe para o próximo.

 

Grave um show de talentos. Escolha os 10 primeiros colocados, depois convide pais e filhos para assistirem e votarem!

Assistir Netflix em grupo.

Reunir seu grupo para assistir a um programa ou filme, e bater um papo, é uma maneira incrível e divertida de ficar conectado.

Existem algumas maneiras para se fazer isso. Uma opção que exige pouco conhecimento tecnológico é dizer a todos para iniciá-lo ao mesmo tempo e usar o feed de grupo do Facebook para compartilhar comentários. 

De qualquer forma, fique com as classificações apropriadas e certifique-se de que seja algo que as crianças possam assistir. Uma cena inesperada pode fazer com que percam a confiança em você.

Dê uma sugestão de lanche para comerem durante o filme. Peça a cada pai que poste uma foto da família saboreando o lanche durante “o cinema” em casa.

“Acertou em cheio”

Crie sua própria versão de  “Acertou em Cheio”! Pense em algo que não exija o uso do fogão. Publique uma foto de algo com muitas coberturas (por exemplo, bolo, pizza ou sundae de sorvete). Desafie as crianças ou adolescentes a recriar o que virem.

Eles podem usar os ingredientes reais OU podem usar quaisquer outros utensílios domésticos para recriar a sua imagem. Todos postam suas fotos e você prepara uma votação para eleger quem executou mais próximo do original.

Quem é essa criança?

Peça a uma criança do seu grupo para compartilhar uma foto dela fantasiada e permita que o resto do grupo adivinhe quem é. Envie ao vencedor(a) um prêmio, pode ser deixado na porta da casa dele(a).

Almoço de bate-papo

Faça com que seu grupo participe de um bate-papo por vídeo na hora do almoço para vocês simplesmente relaxarem enquanto comem juntos. Nenhuma estrutura mais elaborada é demandada, apenas relaxar enquanto cada um come um sanduíche, ou a comida que a mamãe preparou!

Construa uma história

Escolha uma história, faça uma introdução e cada criança acrescenta uma frase à história. Essa atividade é para estimular a criatividade uns dos outros. Veja por quanto tempo vocês elaboram uma história!

Pesquisas! Enquetes! Enquetes!

As pesquisas são uma forma rápida e fácil para fazer as crianças se envolverem sem demandar muito empenho da parte delas. Elas só precisam clicar em um botão para votar.

 

Você pode fazer enquetes como:

Quais programas você tem assistido?

Quais filmes você tem assistido?

Qual comida você está desejando agora?

Quais atividades você está fazendo agora?

Almoço temático

Pegue a ideia número cinco e avance um pouco mais. Tema do almoço!

Pode ser uma festa do pijama, festa de Natal, festa do chapéu, festa à fantasia, ou seja, basicamente, pode ser qualquer tipo de festa que você puder imaginar. Seja o que for, escolha um tema, estabeleça um horário para o almoço e incentive as crianças a fazerem tudo.

Charadas virtuais ou Imagem em Ação

Atribuir um moderador do jogo. Divida as crianças em times ou cada uma pode jogar por si. Dê a elas a palavra ou frase. Agora, comece a diversão!

Altos e baixos

Escolha um horário do dia ou da semana para você estar no Zoom. Deixe as crianças saberem que você deseja ouvir os altos e baixos do seu dia ou semana.

Superlativos

Faça com que as crianças compartilhem sobre a melhor coisa que fizeram, a melhor coisa que comeram, a coisa mais engraçada que assistiram hoje.

Não se esqueça de explicar a uma criança o que é um superlativo!

Mostre e diga

Faça com que cada criança encontre três fotos ou itens pela casa e compartilhem sobre esses achados.

Servir juntos

Escolha uma casa de repouso ou uma clínica médica para seu grupo escrever notas de encorajamento aos pacientes. Compartilhe o endereço de correspondência com o grupo e desafie todos a enviarem um cartão ou uma carta.

Enviar correio tradicional

Envie algo para suas crianças pelo correio!

Praticamente vão a algum lugar juntos

Conecte-se à transmissão ao vivo do aquário, zoológico ou parque nacional juntos e tenham um bate-papo em grupo sobre isso enquanto fazem o tour virtual! Muitos lugares estão oferecendo essas oportunidades.

Devocionais digitais 

Este é especificamente para os pré-adolescentes. Provavelmente, não há melhor momento do que agora para ajudar as crianças a desenvolverem o hábito diário de passar alguns minutos lendo a Bíblia e orando.

Use um aplicativo da Bíblia on-line. Existem até planos de leitura para pré-adolescentes e você pode convidar seu grupo para fazer os devocionais com você.

Faça uma caça ao tesouro

Dê às crianças “uma caça ao tesouro” para participar!

Pode ser algo dentro de sua casa:

Encontre uma meia.

Encontre um tempero aleatório.

Encontre uma foto de família antiga onde alguém esteja usando um chapéu.

 

Ou coisas que eles podem encontrar fora da casa:

Encontre uma folha que tenha quatro cores diferentes.

Encontre uma flor.

Encontre uma árvore.

 

Ou coisas que podem encontrar on-line:

Encontre fatos sobre um determinado tópico.

Encontre um artigo sobre um determinado tópico de um ano específico.

Encontre um tutorial do YouTube sobre um certo fato.

Desafio Lego

Sugira aos seus liderados montarem algo com o lego e depois mostrarem a arte no grupo.

Crie sua própria dança Fortnite ou uma música tema

Desafie seus filhos a postarem um vídeo da sua própria dança Fortnite ou de alguma música escolhida por vocês.

Desafie-os a se vestirem na própria versão de um personagem Fortnite para a estreia no dance, ou de acordo com o tema escolhido.

Construir algo

Desafie todos em seu grupo a construir algo usando diferentes utensílios domésticos (com a permissão dos pais, é claro!). Convide suas crianças a postarem fotos ou vídeos dessa construção.

 

Dê ao grupo a oportunidade de votar no seguinte:

Uso mais criativo de materiais.

Para construir uma “mansão”.

Uma  casa pequena.

Uma construção mais elaborada.

Esperamos que essas ideias proporcionem oportunidades para você se envolver com o seu ministério. Junte-se ao nosso grupo Pense Laranja no Facebook para falar sobre o que você está trabalhando. Queremos ouvir suas idéias brilhantes também. Compartilhe-as! Mal posso esperar para ouvir de você!

 

Gina McClain
Traduzido e adaptado do inglês por Carina Cortat
https://orangekidmin.com/ways-to-digitally-connect-with-kids-during-the-covid-19-pandemic/

 

4 sinais de que sua igreja está pronta para a mudança

Se você é líder (e apostamos que sim), certamente acabará liderando alguma mudança. Mudanças são inevitáveis. Sem elas, sua igreja pode ficar estagnada, perder influência ou se tornar irrelevante.

Todos nós sabemos que mudar é difícil. É uma das principais razões pelas quais as pessoas deixam uma igreja ou organização. Pense na última vez em que uma igreja deu as boas-vindas a um novo pastor. Mais do que provavelmente, houve um punhado (ou mais) de membros que saíram, não por causa da nova pregação, mas porque não era mais o antigo pastor.

Ninguém gosta de mudanças! É desconfortável relacionar-se com o desconhecido. Nossa natureza humana prefere ficar com o que é familiar e confortável, e com tudo o que estiver sob nosso controle.

No entanto, Deus não nos criou para o conforto (esse é um assunto para outro artigo). Ele nos chama para crescermos, melhorarmos e nos tornarmos mais sábios. Não podemos fazer nada disso sem mudança.

Sabemos que a mudança é necessária e sabemos que a mudança é inevitável, mas como saber quando nossa igreja está pronta para a mudança?

Aqui estão quatro sinais de que sua igreja precisa fazer uma mudança:

Você não está fazendo discípulos

Vamos começar com o sinal mais fundamental: se as vidas dentro das suas paredes e em sua comunidade não estão sendo transformadas pela Palavra de Deus, é hora de fazer mudanças drásticas na igreja.

Powell Grisham escreveu em um artigo recente: “Devemos compreender totalmente a visão e a missão da nossa igreja, e não renunciar ao nosso chamado de conduzir as pessoas ao nosso Pai celestial”. O próprio propósito e missão da igreja é ir e fazer discípulos (a grande comissão). A instrução que Jesus deu aos Seus discípulos, foi esta:

“Toda autoridade no céu e na terra me foi dada. Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, e ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E   certamente estarei com você sempre, até o fim dos tempos. ” (Mateus 28: 18-20, NIV)

Você está focado no passado

Dexter Culbreath disse muito bem: “Manter a abordagem de ontem nos limita”. Dexter explica a importância de se fazer as mudanças necessárias em seu ministério.

Quando nos concentramos no passado, não podemos prestar atenção ao que está adiante de nós, giramos em círculos e ficamos presos. É importante reconhecer o passado, mas enfatizar o presente e o futuro fazendo progressos.

Seu nível de paixão está baixo

 

Carey Nieuwhof disse uma vez que “a estagnação começa sutilmente”. Preste atenção aos pequenos sinais para determinar o que precisa ser mudado. Preste atenção à sua equipe, voluntários e comunidade. Seus rostos sorriem com entusiasmo ou eles estão desanimados com o trabalho penoso de mais um domingo?

Se os seus níveis de paixão, da sua equipe e da sua comunidade começaram a diminuir visivelmente, é definitivamente hora de se fazer uma mudança.

Seus números estão estagnados

Todos nós sabemos que o número de pessoas na igreja diminui, e diminui com base nas estações e nos meses. Quando você estiver na liderança por tempo suficiente, naturalmente começará a ver essas tendências sazonais.

No entanto, se você está vendo um declínio contínuo ao longo de um ano, é hora de avaliar a causa e determinar uma solução. Uma parte fundamental deste sinal é prestar atenção regularmente aos seus números. Se você não conhece os dados, não sabe quando eles estão estagnados.

 

Como saber quando não mudar?

Revisamos vários motivos para promover mudanças em sua igreja. Mas como saber quando algo novo não é a resposta?

Se a sua igreja não se relaciona com nenhum dos sinais mencionados acima, não avance com nenhuma sugestão ou mudança desejada. Ore, busque sabedoria e mova-se lentamente. Mudar por mudar nem sempre é sábio.

Mudar a cor ou a decoração da parede da sua sala, a cada poucos anos, é uma maneira inofensiva de trazer variedade, mas mudar as coisas em sua igreja por motivos desnecessários (ou porque uma pessoa quer algo diferente) pode ser prejudicial. Não mudamos os Dez Mandamentos só porque eles existem há algum tempo!

Se a sua igreja está crescendo, as pessoas estão conhecendo a Cristo de uma forma mais pessoal e você sente Deus movendo, pode não ser o momento certo para fazer coisas diferentes. As pessoas resistem à mudança quando ela é desnecessária.

Mudança não é o objetivo

Imagine como seus membros se sentiriam se a mudança começasse a acontecer com frequência, desnecessariamente, ou por um pequeno grupo desejar algo novo e diferente.

Devemos nos lembrar: a mudança não é o objetivo. O objetivo é estar bem onde Deus nos chama. Na maioria das vezes, isso exige entrar no desconhecido e fazer alguns ajustes.

Onde sua igreja precisa fazer modificações para cumprir o chamado de Deus?

 

Orange Leaders
Traduzido e adaptado do ingles por Carina Cortat
https://orangeblogs.org/orangeleaders/2020/03/25/4-signs-church-ready-change/

A forma mais fácil de explicar a estratégia do Pense Laranja para sua equipe.

Uma vez que você ouve a estratégia do Pense Laranja, ela faz muito sentido. No entanto, se você nunca ouviu falar disso antes, ela pode parecer um pouco estranha. Você pode ter começado a explorar a estratégia, ou já tem vivenciando  esta experiência há algum tempo, mas lembre-se, as pessoas de sua equipe precisam saber do que tudo isso se trata. Aqui estão quatro dicas para explicar a estratégia do “Pense Laranja” aos voluntários do seu ministério.

(1) Simplifique.

A estratégia do Pense Laranja é fácil de entender, mas pode ser complexa de se viver. Por isso, se estiver falando pela primeira vez, e mesmo que seja a milésima vez, mantenha-a simples. Lembre-se, o objetivo é que a sua igreja faça parceria com os pais, buscando alcançar um impacto maior na vida das crianças e dos adolescentes. Assim, ambos poderão caminhar por conta própria. É realmente simples. Você pode falar sobre os detalhes de como sua igreja vai alcançar isso, depois que eles entenderem esta parte.

(2) Torne visual.

Se você nunca esteve na Conferência do Pense Laranja, primeiro quero te dizer que você precisa ir. Se você já foi, então já viu que nós nos preocupamos com as mensagens visuais. Quando ensinamos algo para as crianças, valorizamos o ensino com visual atrativo. É por isso que existem as lições práticas. Mas, quando vamos ensinar os adultos, nos esquecemos de que essas crianças visuais cresceram. O resultado é que deixamos de ensinar os adultos com recursos visuais. Por isso, considere tornar sua mensagem visual para que seus alunos possam realmente aprender.

Nós ensinamos as crianças visualmente mas quando vamos ensinar adultos, nos esquecemos de que essas crianças visuais cresceram. #PenseLaranja

(3) Repita várias vezes.

Repetições não são apenas para aquelas pessoas animadas com o treinamento de circuito. Repetição também é uma ferramenta poderosa de fixação da visão. Na verdade, aprendi que quando você repete a visão ao ponto de VOCÊ mesmo ficar cansado de ouvi-la, será quando, então, ALGUMAS pessoas começarão a entendê-la. Mesmo assim, você precisa continuar repetindo! Se você acredita que essa estratégia ajudará as crianças a conhecerem a Jesus e a crescerem nesse relacionamento, então, é muito importante não descuidar da apresentação da visão. Continue repetindo até ficar fixo em suas mentes, como se fosse aquela música chata que não sai da sua cabeça.

(4) Torne pessoal.

Talvez a melhor maneira de ajudar as pessoas a entenderem e a comprarem a ideia da estratégia do Pense Laranja seja torná-la pessoal. Ao se preparar para falar sobre isso, considere as crianças que já estão na sua igreja. Fale o nome delas e de seus pais. Peça a seus voluntários para pensarem nas crianças que eles conhecem,  e a refletirem sobre como será fazer parceria com os pais de forma a terem um impacto maior na vida dessas crianças. Ajude seus voluntários a imaginarem como será fazer tudo isso, colocando um nome e um rosto.

Ponto de partida. Se você está trabalhando com crianças na igreja, então seu objetivo é causar um impacto em suas vidas. Sendo assim, tenha certeza do que você precisa fazer. A estratégia do Pense Laranja pode te ajudar a fazer isso!

 

 

SalvarSalvar

Progressão não Perfeição

Se você disse SIM para a nova geração, e se você está disposto a embarcar em uma jornada de mudança na vida das famílias para as quais você serve, você precisa entender que alguns desapontamentos te acompanharão nesta jornada.

Nós somos pessoas imperfeitas e estamos tentando liderar pessoas que também são imperfeitas. Não nos é prometido o sucesso, então, por que nos encontramos tão surpresos quando as coisas não acontecem como gostaríamos que acontecessem? Ou porque nos machucamos por algo dito sobre a nossa essência? Nos surpreendemos, também, quando vai embora uma pessoa na qual investimos muita energia e esforço. Ou quando esperamos que todas as pessoas compareçam ao nosso evento, mas somente 40% delas atendem ao convite. Ah, e quando dez voluntários dizem que não estarão presentes no domingo? Nós miramos na lua e acertamos apenas uma estrela…  Como você se sente com isto?

Nossas ações são muito determinadas pela maneira com a qual nos sentimos quando algo nos acontece. O ministério é cheio de desapontamentos, e isto se dá por buscarmos a perfeição no lugar do progresso. Perfeição é um esforço por alguma aparência ou resultado. Uma busca muitas vezes obsessiva, cheia de detalhes que pode tornar os líderes em pessoas insensíveis.

Progresso significa que de uma forma constante você está se movimentando em direção ao objetivo desejado, e você celebra as pequenas vitórias no decorrer do caminho, e essas irão definitivamente somar para a concretização da grande vitória.

Sabendo disso, vamos então colocar alguns alvos sábios. É muito importante ter o elemento da diversão e um objetivo, pois ambos servirão de encorajamento. Também, apresentamos a seguir cinco pontos a serem observados na definição dos alvos. Observe que para um alvo ser diretivo para te manter no foco da busca pelo progresso, é necessário que ele seja:

  • Específico;
  • Mensurável;
  • Alcançável;
  • Relevante; e
  • Definido.

    Se podemos melhorar a definição dos nossos alvos, então podemos ser confiantes sobre estarmos na direção certa para alcançarmos o nosso almejado destino. Faça um compromisso de continuamente reajustar as suas expectativas,  colocando alvos sábios e buscando o progresso no lugar da perfeição. Lembre-se, você está em uma maratona e não em uma corrida de curta distância. Deus te fez por uma razão e propósito! Assim, descanse Nele!

Quatro primeiros importantes passos  ao iniciar o Pense Laranja

Bem-vindo à família Pense Laranja! Estou certa de que o caminho que você seguiu para implementar o Pense Laranja foi uma jornada agradável. Você enfrentou inúmeras reuniões e alterações orçamentárias. Você se questionou e fez perguntas difíceis. Você deu um passo de fé para liderar crianças, adolescentes e famílias, e está confiando em Deus sobre o futuro desconhecido do seu ministério. Você acredita que Jesus realmente pode fazer a diferença na vida dos jovens, e  que vale a pena se fazer presente na vida de uma criança.

 

Meu nome é Carina e sou uma especialista do Pense Laranja. Assim, sei muito bem das dificuldades que vocês encontram. Os especialistas são experientes no ministério e nossa paixão é ajudar você a vencer! Estamos aqui para ajudá-lo a maximizar a Estratégia do PL e o uso de todos os recursos que oferecemos.

 

Observe que eu digo estratégia, não currículo. Somos uma estratégia e temos um currículo! Definimos estratégia como um plano de ação com um objetivo em mente. Acreditamos que é a sua estratégia, não a sua missão que determina o seu sucesso. Se você combinar o coração da família (vermelho) com a luz da igreja (amarelo), terá um impacto maior (laranja).

 

Coração da Família + Luz da Igreja = Pense Laranja.

 

À medida que você continuar sonhando alto e começar a pensar Laranja, estaremos aqui para ouvir seus objetivos e abraçar a visão da sua igreja, e ajudá-lo a desenvolver seus melhores próximos passos. Reserve um tempo para refletir sobre o passado, a realidade atual e o futuro do seu ministério!

 

Etapa 1: Conecte-se com um especialista do Pense Laranja

 

É importante você conhecer a nossa estrutura. Entre em contato com a nossa equipe e agende uma conversa com um dos nossos especialistas. Eles poderão explicar toda a estrutura do currículo, bem como, te ajudar a navegar pelos próximos passos.

 

Etapa 2: Faça sua lição de casa. Qual é o seu porquê?

 

Como líderes, não podemos liderar outros para onde ainda não fomos. Lembre-se, temos quatro lentes para focar: nossas equipes, pais, voluntários e crianças.  Nosso propósito é influenciá-los e liderá-los. Tome uma xícara de café e reserve um tempo para mergulhar no guia de treinamento. O nosso assinante tem acesso à nossa plataforma de treinamento. Assista aos vídeos, leia as visões gerais, imprima o material e coloque-os em seu escritório. Comece a se apropriar da razão do que você faz! Enquanto você lê, sempre tenha um bloco de notas ou seu aplicativo de anotações aberto, e registre seus pensamentos e suas perguntas. Você pode fazer um apresentação com a sua equipe! Quanto mais você convidar seus líderes para a jornada, mais ela se tornará a visão deles também!

 

Etapa 3: Dimensione-o. Agora que você sabe o porquê, decida como!

 

Você não precisa usar todas as peças de uma só vez, nem o tempo todo, contudo, você precisa de um plano. Lembre-se de que este plano estará sempre em mudança. Não existe um modelo único e você aprenderá isso à medida que continuar a implementar os materiais. Quais peças você usará nos primeiros três meses? Dê a si mesmo uma janela de tempo para experimentar as coisas. Onde seus pequenos grupos se encontrarão? Como será sua experiência em grandes grupos? Existem requisitos técnicos especiais? O que seus líderes de pequenos grupos precisam para ter sucesso? Eu recomendo que você imprima uma lição inteira e a leia de cima para baixo. Isso ajudará você a começar a visualizar como sugerimos o layout e, em seguida, você poderá personalizá-lo para atender às suas necessidades.

 

Etapa 4: Conecte-se e mantenha-se conectado.

 

Nós não fomos criados para ficarmos sozinhos. Não faça o ministério dessa maneira! Podemos conectá-lo a outros líderes do PL da sua região. Outra forma é participando das conversas em nossos grupos do facebook para parceiros do First Look, 252 kids e XP3. Esses grupos são para assinantes, portanto, você estará na boa companhia dos líderes que estiverem na mesma sintonia que você. Faça uma pergunta e aprenda com as respostas compartilhadas por outros líderes com ideias semelhantes.

 

Portanto, não esqueça: conecte-se a um especialista do PL, faça a sua lição de casa e dimensione-a! Estamos muito felizes por você fazer esta parceria conosco. Estamos apenas começando e as possibilidades são infinitas! Lidere!

 

Escrito por Stephanie Porter

Traduzido e adaptado por Carina Cortat

 

Estratégia, não um currículo!

Nós acreditamos que ministério é mais do que um currículo. Por isto,  tudo o que fazemos se encaixa na visão geral da estratégia Laranja. No livro PENSE LARANJA do Reggie Joiner, encontramos a razão da estratégia ser tão importante.

Um currículo provê informação, mas a estratégia traz ensinamentos com um propósito final em mente. Há conceitos chaves  que uma criança precisa aprender em cada idade, conceitos específicos para  cada fase de vida, que vai desde o nascimento até os 18 anos. Estamos falando de princípios e experiências que proporcionam a ela um crescimento real no relacionamento com Jesus Cristo. Quando temos uma estratégia geral, um plano mestre, o resultado final sempre levará a criança ao nosso objetivo final.

O currículo equipa líderes, a estratégia os desenvolve.

A estratégia ajuda os líderes a focar naquilo que é correto, ou seja, a desenvolver voluntários e líderes, e a conectar-se com pais, crianças e adolescentes. Esta mudança de FOCO permite concentrar nosso tempo e energia para o crescimento das pessoas do nosso ministério e nos ajuda a crescermos como líderes.

Um currículo facilita as reuniões, a estratégia prioriza a comunidade.

O papel do pequeno grupo é elevado quando você tem uma estratégia específica para cada idade. Cada criança ou adolescente precisa ter um líder adulto em sua vida, no qual ela pode confiar e que também comunica coisas semelhantes àquelas que os pais estejam comunicando. Nós acreditamos que o pequeno grupo é o primeiro lugar onde a verdade é processada, afinal, é ali que  adultos e crianças desenvolvem um relacionamento. É o lugar onde eles se sentem seguros para fazerem perguntas e, assim, internalizar a verdade.

Um currículo  substitui os pais, uma estratégia conecta-se a eles.

A estratégia busca criar um alinhamento entre a igreja e o lar. Por mais que nos esforcemos em maximizar o impacto que causamos nesta geração, o tempo que a criança e o adolescente passam em casa tem uma relevância enorme no desenvolvimento espiritual deles. Isto se dá não somente durante as horas em que estão em casa, mas, principalmente, pelo vínculo do relacionamento entre pais e filhos.  Por isso, é muito importante sermos estratégicos na maneira de nos conectarmos com os pais, fortalecendo o relacionamento pais-crianças.

Um currículo provê informação, uma estratégia mobiliza crianças e adolescentes a experimentarem o que eles estão aprendendo.

Nós acreditamos que o ensino vai  além do formato  de uma exposição básica da lição, é uma maneira pela qual  as crianças e os adolescentes irão experimentar a verdade fundamental.

 

Um currículo provê informação, uma estratégia mobiliza a ação.

Na nossa perspectiva, um componente chave para a fé vir a fazer parte do DNA de nossos estudantes é eles serem ativos no ministério, recebendo, assim, a chance de se tornarem parte da igreja local. Não devemos esperar até que “um dia” eles finalmente sintam o desejo de servir, sem antes termos dado a oportunidade deles experimentarem o significado de servir no corpo de Cristo. Uma parte fundamental do crescimento espiritual é o serviço.  

TODA GERAÇÃO PRECISA DE TRANSFORMAÇÃO

 

CONFERÊNCIA ON-LINE PENSE LARANJA 2020

Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. Romanos 12:2

Sim, TODA GERAÇÃO PRECISA DE TRANSFORMAÇÃO, e este é o momento!

Momento em que estamos precisando de RENOVAÇÃO DA MENTE, momento em que precisamos refletir no PORQUÊ fazemos o que fazemos e na BASE de todo Cristianismo e ensinamentos divinos!

A medida que lideramos, temos que ser intencionais ao fazer os ajustes necessários para a geração que estamos deixando para trás para que esta tenha uma versão de igreja e de fé que funciona.

Essa é a hora de mudanças!

Este ano, na conferência Pense Laranja 2020, teremos um tema apaixonante! Simplesmente diz que toda geração precisa de TRANSFORMAÇÃO!

Para isto, precisamos meditar no que fizemos no passado e o que funcionará no presente – relembrar os últimos 10 anos e nos prepararmos para a próxima década.

É importante trabalhar no processo de atualização repensando não o que é atemporal, mas naquilo que é necessário mudar em nossa programação, mesmo que alguns de nós às vezes nos sintamos ameaçados por mudanças.

Aqueles que lideram por muito tempo entendem que fazer mudanças não ameaçam a missão, mas não fazer mudanças pode ameaçar a missão.

Então, eu quero convidá-lo a sentar ao redor da mesa com outras pessoas de outras gerações e pensar no que iremos fazer quando olhamos em frente para o futuro! 2020 é um ano diferente e muitas mudanças estão acontecendo na maneira de nos conectarmos e cuidarmos uns dos outros.

Sim, precisamos de TRANSFORMAÇÃO e precisamos entender como vamos nos comunicar com os jovens e com as crianças nestes tempos.

Hoje sabemos, mais do que nunca, através das ciências e pesquisas em como a mente das crianças e adolescentes trabalha, por isto, precisamos fazer um trabalho ainda melhor nesta nova década.

Precisamos combinar a teologia e as verdades eternas e imutáveis com a maneira com que as crianças aprendem em cada fase.

Precisamos TRANSFORMAÇÃO em como nós buscamos nossos Voluntários também!

A maneira como recrutamos e desenvolvemos voluntários determinará, em última análise, se as crianças se afastam ou permanecem em sua igreja, se você fizer isso corretamente, se desenvolver o tipo certo de líderes, as crianças e adolescentes virão toda semana pelo simples fato de poderem se conectar com as pessoas com as quais eles querem se relacionar durante a vida.

A razão pela qual isso é tão importante é porque ainda há uma geração se afastando da igreja!

Quando você olha para as estatísticas, o que estamos descobrindo é que os jovens não estão se afastando dos relacionamentos mas estão se afastando dos programas onde não podem se conectar com outras pessoas, nem que seja online.

Esta é a razão pela qual realmente precisamos de uma nova TRANSFORMAÇÃO no que diz respeito a como recrutamos Voluntários e uma nova TRANSFORMAÇÃO na maneira em como envolvemos e nos conectamos com os pais e com a famílias de nossas crianças e adolescentes.

Nesta fase em que estamos, muitas pessoas que nunca foram a igreja local, então sendo expostas a cultos on-line. Precisamos discutir em como envolver estas pessoas no corpo de Cristo e em como engajar e pastorear estas famílias.

Como é que vamos construir essa ponte de uma maneira diferente?As decisões que você, líder, toma hoje e as suas ações irão encolher ou aumentar a sua influência na comunidade.

Eu penso que nós vamos ser chamados mais e mais a nos envolvermos com as comunidades ao redor de nossas igrejas nesta próxima década. Estamos passando um momento de crise que está nos ensinando a sermos solidários e sairmos da nossa zona de conforto.
( 2 Crônicas 7:13-14)

O mundo nunca mais será o mesmo! Precisamos planejar a versão da igreja que funciona para esta nova geração e a medida que lideramos, temos que ser intencionais em fazer os ajustes necessários.

Uma TRANSFORMAÇÃO radical na maneira em que você lidera poderá definir a sua influência na sua comunidade. Toda a nossa igreja precisa estar mais envolvida quando se trata de alcançar a comunidade e realmente aparecer na linha de frente do que está acontecendo no nosso mundo.

O que estamos descobrindo é que há uma geração que não é anti-igreja, eles simplesmente não têm uma igreja em seu radar, porque não têm certeza de que a igreja realmente existe para ajudá-los a resolver os problemas e questões com os quais lidam todos os dias.

Eles precisam de uma nova versão da igreja que lhes dê um tipo diferente de esperança, um tipo diferente de rosto. Precisamos realmente de TRANSFORMAÇÃO na maneira de como medimos o sucesso!

Mudanças são inevitáveis. Como lideramos através das mudanças ira nos conduzir a RENOVAÇÃO.

Nestes últimos meses muitas sementes foram plantadas no mundo digital. Estas sementes irão germinar e em algum tempo veremos os frutos de tudo isto.

O mundo não vai voltar ao que era antes. Muitas pessoas estão se sentindo até mais conectadas do que antes através da mídia. Juntos vamos redesenhar uma TRANSFORMAÇÃO que irá cativar uma geração que se afastou da igreja e que precisa ver e conhecer de uma maneira inovadora como amor e esperança se parecem.

Nesta conferência  Pense Laranja On-line 2020 junte-se a nós para repensar a próxima década!

Obrigada!
Por Juliane Baal T Santos

Material de pesquisa: Reggie Joiner, Nicky Gumbel, Carey Nieuwhof, Filipe Santos

Permanecer Saudável e Permanecer no Ministério

Uma das qualidades de liderança mais crítica é a capacidade para gerenciarmos a nós mesmos. Freqüentemente, negligenciamos nossas próprias necessidades, a fim de atendermos às necessidades dos outros. Este é um erro fatal!

Nesta fuga, você precisa conhecer ferramentas e práticas fáceis para criar limites saudáveis e incorporar o cuidado da alma em sua vida.

Você precisa descobrir como você pode estar minando inconscientemente a si mesmo e aprender a assumir uma responsabilidade radical pelo cuidado com a alma. Você deve aprender a dizer não de maneira positiva e a ouvir seu corpo, não apenas sua mente. Você não apenas abandonará novas estratégias para sua própria sustentabilidade, mas também poderá ensinar, compartilhar e incorporar esses valores em sua própria cultura ministerial.

Muitas vezes, nos sentimos sobrecarregados, frustrados, perdemos a paixão sentida no início do nosso ministério, vemos nossos relacionamentos e vidas se deteriorando. Por que isso nos acontece? Simplesmente, por acreditarmos que somos uma exceção à regra. Deixe-me explicar: nós acreditamos que com Deus podemos:

  • Ir mais longe sem se cansar.
  • Trabalhar excessivamente sem arcar com o custo cobrado da saúde física.
  • Dormir pouco.
  • Negar aspectos importantes das necessidades humanas básicas.

    É preciso termos estratégias para crescermos saudáveis enquanto Liderança.

    Acreditamos que somos exceção à regra e que, com a ajuda de Deus, somos capazes de fazer todas estas coisas sem termos um custo pessoal alto. Nós somos humanos e precisamos de descanso, de recarregar nossas forças e todos nós temos limitações.

    Quando achamos que podemos fazer tudo isto, acabamos cínicos, esgotados e odiando o trabalho que fomos chamados a fazer.

    Líderes saudáveis prestam atenção no que está abaixo da superfície. 95% das nossas escolhas diárias, das decisões rápidas do nosso dia, são tomadas pelo nosso subconsciente. Respondemos sem pensar. Você não pensa, apenas reage. Por isso, precisamos ser inteligentes e refletir sobre nossa história, e perceber se algum sentimento de ansiedade, medo ou dor tem dominado nossos pensamentos.

    Tome o cuidado de cuidar de si mesmo! Vamos imaginar a vida como sendo um carro. Sem combustível, o carro não chega ao seu destino. Já a gasolina é comparada ao nosso cuidado pessoal. Assim, cuidado pessoal é estratégico, e não egoísmo. Líderes de sucesso são disciplinados, tomam cuidado com suas vidas:

    Fazem exercício físico.

    Colocam limites (honram seus limites)

    Abastecem o tanque emocional.

    É importante que você avalie diariamente essas três áreas para que você permaneça saudável e permaneça no ministério.

    MENTE: veja se você tem pensamentos negativos, criticismo, e observe quais pensamentos tem tido.

    CORAÇÃO: procure sondar suas emoções, verificando se existe sentimento de raiva, tristeza, estresse, depressão, medo.

    CORPO: seu corpo é uma prioridade, veja o que ele está te comunicando, se você sente dores na coluna, tensão no pescoço, e repare como anda sua respiração.

    Palestra do Mike Foster/OC20

    Escrito por Carina Cortat